• Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon

© 2015 a mama |todos os direitos reservados|

Dicas da nutricionista para as festas de fim de ano (gestantes, lactantes e crianças)


Durante as festas de fim de ano, muitas vezes, fica difícil manter a rotina alimentar das crianças ou optar por escolhas saudáveis em uma ceia tão tentadora. Pensando nisso, listamos abaixo algumas dicas para tornar esse momento de confraternização ainda mais gostoso.

  • No cuidado com as crianças:

Normalmente a ceia acontece tarde (algo próximo a meia noite) na maioria das casas, neste sentido é importante manter os horários regulares das crianças para as refeições principais e evitar que fiquem beliscando demais durante toda a noite, sem conseguir comer adequadamente;

Negocie sempre! É importante conversar (quando em idade oportuna para a compreensão) sobre os alimentos da mesa, quais devem ser consumidos e evitados. Fique sempre atenta (o) e notifique a criança caso a negociação tenha sido burlada;

Confraternização normalmente é sinônimo de refrigerantes. Comunique a família e os responsáveis pelas bebidas que incluam na lista os sucos de fruta. De preferência torne esse item sempre presente nas listas de itens festivos;

Alguns alimentos pouco consumidos por nós no dia a dia aparecem nas ceias de fim de ano. Então, atenção a reações adversas e alergias que podem acontecer. Caso oferte algum alimento pela primeira vez ao seu filho(a) atente para sintomas alérgicos (que podem ser manifestados em até 48h após o consumo) que incluem, geralmente: irritação ao redor do lábio; placas vermelhas na pele; distensão e/ou dor abdominal; alteração na cor; consistência e freqüência das fezes. Em caso de alguma suspeita de alergia leve a criança imediatamente a emergência;

É importante reforçar que crianças menores de um ano não devem comer queijos ou itens da ceia que levaram leite de vaca e seus derivados na receita (creme de leite, leite condensado, iogurte, coalhada);

Outro ponto importante diz respeito ao engasgo. Na ceia alguns alimentos podem favorecer o engasgo devido ao seu formato mais arredondado: frutas (uva, cereja, amora e outras berries), oleaginosas (castanhas, avelã, amêndoas), azeitonas, frutas secas (uva-passa), ovo de codorna e tomate cereja. Sempre que ofertar corte-os na longitudinal, de forma a torná-lo menos redondo e minimizar riscos.

  • Para as Lactantes e Gestantes:

A qualidade da alimentação consumida pode influenciar a qualidade do leite materno e aumentar o risco de sintomas gastro-intestinais (azia, dor de estômago, náuseas e vômitos). Para evitar essas conseqüências opte por alimentos mais leves: saladas e cortes magros (peito) do peru. Modere nos alimentos mais gordurosos como queijos amarelos, molhos de carnes e sobremesas cremosas;


Lactantes com dietas restritas de leites e derivados devem questionar os ingredientes utilizados no preparo dos alimentos, evitar os queijos e os itens que contem leite ou outro derivado. Outros alimentos alergênicos presentes na ceia são as oleaginosas, pêssego, morango, abacaxi, etc – cuidado com o consumo. Lembre que sua alimentação pode favorecer a ocorrência de cólicas no bebê. Portanto não exagere;

Para auxiliar no controle de peso, mesmo durante as festas, é importante ter atenção ao que consome, relembrar (se possível) as orientações do nutricionista, e evitar combinações de alimentos semelhantes como arroz e farofa, adição de molhos no prato e prefira comer frutas no lugar da sobremesa;

Bebidas alcoólicas não devem ser consumidas. Opte por sucos naturais, água de coco e água;

Cuidado no consumo de embutidos (presunto, tender, bacon, lingüiça, peito de peru, lombinho, etc) que são ricos em sódio que pode promover retenção de líquido e inchaço no corpo, além de elevar a pressão arterial;

É importante comer antes de sair de casa para evitar ficar beliscando demais até o horário da ceia. Comer nos horários regulares é importante para evitar a queda da glicose do sangue, caso necessite comer antes do horário da ceia fique atenta as escolhas que fará.

A consciência sobre a quantidade e qualidade de comida consumida é de grande importância para que as ceias do fim do ano não se tornem um momento de preocupações ou de ganho de quilinhos indesejáveis. Aproveite para confraternizar e tornar essa ocasião especial e com saúde para você e toda a sua família.

Boas festas!!

Desejamos a você um 2016 repleto de realizações!!

São os votos da equipe A Mama.

#ceiadenatal #nutrição #nutriçãomaternoinfantil #alimentaçãosaudável

278 visualizações